Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Movimentos Migratórios: um projeto em construção
Lucilene Cury

##manager.scheduler.building##: Prédio da Letras/ FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 108
Data: 2019-05-08 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-03

Resumo


No contexto da globalização contemporânea, o projeto "Movimentos Migratórios" vem estudando, desde 2015, os fluxos humanos que se deslocam pela América Latina, pela América e Europa. O trabalho de pesquisa iniciou-se com estudantes de graduação interessados na iniciação científica, da área de comunicação e hoje, na sua quarta fase, congrega além desses, pós-graduandos de diversas linhas de pesquisa, de modo interdisciplinar, professores e pesquisadores da Comunicação; do Direito e da Economia, também de caráter interdisciplinar. Juntos, constituiram o Grupo de Pesquisa CNPq- Movimentos Econômicos & Migratórios - Escola de Comunicações e Artes da USP. A 1ª. fase tratou do caso dos haitianos em São Paulo, imigrantes e refugiados que vieram para cá após o forte terremoto que abalou o país(2010); de 2016 a 2017, a segunda etapa do projeto estudou os fluxos internacionais que abalaram a União Europeia, mais especificamente do povo sírio em sua caminhada rumo à Alemanha. De 2017 a 2018, o trabalho esteve voltado para a mobilidade urbana no Brasil pós-agravamento da crise política-econômica da Venezuela. No presente ano, o interesse da pesquisa é a questão dos movimentos populacionais da América Central a caminho dos EUA, com a passagem conturbada e violenta em território mexicano. Palco esse de extrema violência e catástrofes humanitárias envolvendo crianças e seus pais, vitimas das situações miseráveis nas quais convivem em seus páises. Importa visulizar esse cenário e analisar seus efeitos imediatos nas sociedades latino-americanas, a fim de apresentá-los às comunidades interessadas e, se possível, às autoridades responsáveis pelas políticas públicas internacionais, ainda que em nível de observações sociais e humanas.

Palavras-chave


Políticas de imigração; EUA; América Latina