Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
A questão da dependência na obra de Octavio Ianni (1966-1974)
Leonardo Octavio Belinelli Brito

##manager.scheduler.building##: Prédio da Letras/ FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 130
Data: 2019-05-08 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-04

Resumo


Este trabalho procede uma investigação a respeito da noção de “dependência” na obra de Octavio Ianni. Por meio do estudo de quatro de suas obras – a saber, O colapso do populismo no Brasil (1966), Estado e planejamento econômico no Brasil (1971), Sociologia da sociologia latino-americana (1971), Imperialismo na América Latina (1974) -, buscar-se-á delinear a especificidade deste conceito na obra do sociólogo uspiano, o que é sugerido pela sua elaboração a respeito do que denominava “dependência estrutural”. Três aspectos relacionados entre si serão tomados como eixos analíticos: a) o vínculo entre os conceitos de “dependência estrutural” e “imperialismo”; b) a ideia de que a dependência estrutural se manifesta em diversos planos da sociabilidade dos países periféricos; c) o argumento de que apenas pelo reconhecimento desse fato estrutural da situação periférica é que se poderia elaborar uma autêntica sociologia crítica latino-americana.


Palavras-chave


Dependência; América Latina; Pensamento social e político latino-americano; sociologia crítica; Octavio Ianni