Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Os Processos Educativos Sociais na América Latina: Análise da Base Nacional Comum Curricular Brasileira em uma Perspectiva Decolonial
Matheus Mendanha Cruz, Érico Ribas Machado

##manager.scheduler.building##: Prédio da Letras/ FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 132
Data: 2019-05-07 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-03

Resumo


O trabalho proposto é um recorte da pesquisa continuada em andamento – Os processos educativos sociais na América Latina, que possui como objetivo  identificar se os processos educativos em diferentes contextos na América Latina estão resultando em novos elementos teóricos, políticos e formativos na área da Educação neste continente. Por meio de equipe de pesquisadores,  foram analisados os textos das Leis Gerais de educação de 25 países, compondo um quadro sinóptico comparativo fundamentado na Educação Social no campo metodológico da Pedagogia Social Comparada, compreendida como uma dimensão da Educação Comparada. A partir da pesquisa descrita, para este trabalho, se específica o caso brasileiro no que se refere as propostas de História que constam nas versões da Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Para esta comunicação, o objetivo é apresentar análise das propostas de narrativas históricas que compõe esse documento. Existe o questionamento de como se organiza os conteúdos de História dentro das três propostas da BNCC. Para fazer a leitura desses documentos utilizaremos a perspectiva decolonial como análise crítica, além da Didática da História para balizarmos sobre a importância do conhecimento histórico e sua função na sociedade. O que foi possível observar é que a centralidade da Europa se mantêm na segunda e na terceira versão e que havia uma proposta de mudança de linha mestra, esta centralizada no Brasil, na primeira versão.


Palavras-chave


América Latina, BNCC Brasil, Educação Social, Pedagogia Social Comparada, Perspectiva Decolonial.