Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
O periódico Lampião da Esquina e a luta contra a violência LGBT no período da ditadura civil-militar brasileira (1978-1981)
Eder Ahmad Charaf Eddine

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 23
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-26

Resumo


O aparato repressor no período da ditadura civil e militar brasileira (1964-1985) serviu para intimidar diversas vozes, entre elas as dos movimentos gay e lésbico. Contudo, essas vozes não se calaram, manifestando-se de diversas formas, como na criação de grupos políticos, nos guetos, nas artes e, também, na criação de jornais. A partir da análise do discurso foucaultiana, pretende-se compreender as manifestações de resistências a partir do periódico Lampião da Esquina (1978-1981). Publicação produzida e circulada em um período de perseguição contra a população LGBT e que representou resistência e luta. Tal iniciativa apresentava matérias sobre diversos temas, como crítica literária, política, reportagens e notícias da cena gay, lésbica e transexual. Ao apresentar o veículo, o trabalho aponta que os discursos abordam temas raciais, a situação da mulher lésbica, a luta pela abertura política do país e denunciava a extrema violência contra essas populações.

Palavras-chave


Lampião da Esquina; Ditadura Civil-Militar Brasileira; Análise do Discurso Foucaultiana; População LGBT