Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Deslocamento interno forçado de pessoas na Colômbia: proveniências, fluxos e o sistema jurídico de proteção.
Raquel Araujo de Jesus

##manager.scheduler.building##: Prédio da Filosofia e Ciências Sociais da FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 12
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-29

Resumo


Por muitas décadas a Colômbia foi palco da pior crise humanitária do continente sul-americano e, segundo o último relatório do ACNUR de Tendências Globais (GLOBAL TRENDS, 2018), ela possui hoje mais de 7 milhões de deslocados internos, o maior número registrado em nível mundial. As proveniências deste fenômeno são diversas, remontando tanto para a emergência do conflito armado interno colombiano, dos grupos armados insurgentes, contrainsurgentes e, posteriormente, narcotraficantes, a partir de meados do século XX, quanto para o tipo de resposta dada por seus governos para a questão. Desta maneira, o presente trabalho tem como objetivo entender a formação desta conjuntura de desraizamento partindo da análise de suas proveniências, de seus fluxos e do sistema jurídico de proteção desenvolvido que, embora seja passível de críticas pontuais, é considerado internacionalmente como sendo um dos mais completos já implementados. Para isto, são utilizados dados fornecidos por agências do governo colombiano, reports feitos por organizações não-governamentais (ONGs) e agências internacionais atuantes no país, trabalhos elaborados por pesquisadores colombianos e colombianistas, informações fornecidas pela imprensa colombiana bem como a legislação interna sobre esta temática. A partir da análise destes dados, percebe-se que as políticas governamentais e estatais desenvolvidas até então são essencialmente assistencialistas, paternalistas e, no limite, as causas de determinados fluxos, como é o caso, por exemplo, dos deslocamentos internos produzidos pela fumigação das plantações de coca no território colombiano.


Palavras-chave


Colômbia, Deslocamento Interno Forçado de Pessoas; Conflito Armado; Segurança; Proteção