Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Economia Política na América Latina: Continuidades Estruturais e Conjunturais
Viviane de Souza Rodrigues

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 12
Data: 2019-05-08 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-05-02

Resumo


O artigo apresenta o pensamento de Fernandes (1972; 1975; 1981) e Marini (1973; 1992; 2000) que buscaram analisar traços estruturais do desenvolvimento capitalista na América Latina. O intelectual Fernandes desenvolveu conceitos como capitalismo dependente, heteronomia cultural e padrão compósito de hegemonia burguesa que auxiliam a compreensão da dependência historicamente pela combinação de interesses internos das classes dominantes e dos externos das potências de economia capitalista avançada num movimento simultâneo de concentração de riqueza e pelo escoamento da riqueza às potências dominantes externas pela associação funcional com o imperialismo. O intelectual Marini também analisa a dependência dos países da América Latina, localizando-a na ocasião da inserção na divisão internacional do trabalho. O autor busca as particularidades desta dependência através do estudo da realização da lei do valor na relação entre a produção e circulação e, dialeticamente a esta, as condições de exploração da força de trabalho. Aponta a especificidade da lei do valor como primeiro elemento que caracteriza a dependência nestes países e, segundo, a superexploração da força de trabalho, como mecanismo de contrapartida desta relação, sendo operacionalizado no âmbito da produção interna e não na instância do mercado. Com estes elementos e estudos atuais, como os de Arcary, 2011; Carcanholo, 2010; 2012; Fontes, 2010; entre outros, objetivamos apreender: os traços conjunturais da inserção subalterna, como a vulnerabilidade externa estrutural, o endividamento para pagamento das contas correntes, etc.; e os traços estruturais, como a ampliação da lógica de exportação de bens primários e recursos naturais.


Palavras-chave


Economia Política; Capitalismo dependente; América Latina