Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Perspectivas da descolonização em Aimé Césaire
Ana Catarina Zema de Resende, Mariana Wiecko Volkmer de Castilho

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 10
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-26

Resumo


As demandas por “descolonização” não são novas. Historicamente, o termo refere-se às experiências históricas das lutas por independência de povos e territórios que foram submetidos à dominação política, econômica, social e cultural pelas metrópoles europeias. Mais recentemente, a descolonização surge como reivindicação política dos movimentos indígenas das Américas orientada a subverter o poder da colonialidade e do imperialismo. Com o propósito de contribuir para o debate sobre “descolonização” e considerando a importante influência de Aimé Césaire no pensamento decolonial, pretendemos abordar suas perspectivas sobre descolonização a partir da análise de alguns de seus escritos políticos e peças teatrais mais importantes. Césaire foi um dos militantes mais célebres do movimento político da descolonização. Para ele, a descolonização é uma experiência estruturante situada no tempo e no espaço, reflexo de uma resistência denunciadora da crise civilizatória da Europa no contexto das lutas por independência no continente africano. No entanto, Césaire pensa a descolonização muito além dos limites da independência nacional e propõe uma visão diferente e radical para o mundo. Em um primeiro momento, discutimos suas ideias sobre Negritude como um elemento crucial para pensarmos a descolonização como ruptura com o colonialismo. Em seguida, mostramos como a Lei sobre a Departamentalização de 1946 constitui uma forma singular de descolonização. Finalmente, veremos que seu objetivo não era apenas abolir o colonialismo, mas superar as tradicionais noções de nacionalidade, soberania e territorialidade e inventar uma nova forma de política para uma nova ordem mundial. Césaire esperava construir uma nova estrutura legal e política capaz de reconhecer a história emaranhada entre colonizados e colonizadores. Para ele, a verdadeira descolonização significava uma oportunidade e a responsabilidade de refazer o mundo.


Palavras-chave


Aimé Césaire; Descolonização; Negritude; Departamentalização