Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Lições do educador Anísio Teixeira no combate à segregação social na América Latina: caso Jardim Rina, em Santo André, São Paulo
Luis Felipe Xavier

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 15
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-26

Resumo


A presente pesquisa objetiva recuperar parâmetros culturais, educacionais e de formação para a Educação Básica, formulados por Anísio Teixeira, na Escola Parque da década de 1950, na aplicação de um equipamento comunitário contemporâneo, elaborado em 2016 - a Associação de Mães do Jardim Rina e Adjacências -, situado no Jardim Rina, no município de Santo André – SP.

Verificar, a partir da realidade concreta da favela Capuava, em Santo André- SP, como as limitações de um padrão de segregação social, urbano e territorial, consequência de um processo de superexploração do trabalho, comum a outros países latino-americanos desde a divisão internacional do trabalho, reduz o leque de oportunidades para que as famílias aumentem sua mobilidade social.

Observar como, através das lições apreendidas do processo de urbanização, pode apontar caminhos para propiciar ações socioeducativas, que partam da necessidade e expectativa dos moradores, que visem envolver as famílias no processo de decisão, compartilhamento e ajuda-mútua, fortalecendo as relações afetivas, o intercâmbio de saberes entre realidades (endógenas e exógenas) latino-americanas que experimentam características semelhantes, perceptíveis através dos padrão de segregação territorial, reflexo das trocas desiguais entre países periféricos e países centrais.

Contextualizar a construção da Associação e de ações socioculturais multidisciplinares possíveis, como ação pedagógica e de extensão ao processo de urbanização da favela Capuava, feita de 2001 a 2007, para ampliar o alcance de atividades que não foram possíveis de serem implantadas por ausência de espaços adequados e ausência de recursos.

A pesquisa se desenvolverá a partir: da contextualização do momento atual latino-americano; das lições apreendidas no processo de urbanização da favela Capuava; do cruzamento das políticas públicas que objetivaram a concepção do projeto da Associação; da hipótese de caminho possível a ser trilhado no processo pedagógico de projeto, de canteiro, e na utilização do equipamento, para superarmos este padrão de modernidade latino-americano.

Palavras-chave


Segregação; Desigualdades; Espaços Públicos; Latino-americano; Teoria Marxista da Dependência