Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
A produção de resistência no interior do discurso autobiográfico de Mercedes Sosa: transgrediência, opacidade e acabamento
Nathan Bastos de Souza

##manager.scheduler.building##: Departamento de Ciência Política/ FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 118
Data: 2019-05-08 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-05-04

Resumo


As discussões sobre a despenalização do aborto na Argentina foram recentemente agitadas pelas votações da lei que tratava do assunto na câmara e no senado, sendo aprovada na primeira casa legislativa e reprovada na segunda. Nessa campanha a favor da aprovação da lei emergiu um discurso de Mercedes Sosa (1935-2009) em defesa da despenalização: trata-se de um fragmento de sua (auto)biografia publicada em versão definitiva em 2010. Nesse ínterim, recortamos tematicamente esse discurso reverberado pela mídia e pelos políticos favoráveis que se inscreve em um dos materiais de análise de nosso corpus de pesquisa de tese em andamento, (“Mercedes Sosa, la Negra”) e analisamos alguns de seus fragmentos. A abordagem teórica é tributária da teoria de M. Bakhtin para a compreensão das categorias de biografia e autobiografia ancoradas nas discussões sobre ética e estética e de base discursiva para o tratamento do funcionamento do discurso de militância, com M. Angenot e P. Charaudeau. Como resultados preliminares, podemos afirmar que o discurso sobre a despenalização do aborto que encontramos nessa biografia é um discurso inflamado, tonitruante, um grito ao mundo, e no caso de Mercedes Sosa esse discurso se reveste de intimidade nos relatos (auto)biográficos nos quais a vida da cantora é entendida como lugar de luta contra as desigualdades. É excessivo em detalhes, de uma retórica minuciosa, exaltado, em mais de um dos momentos há xingamentos que denunciam uma sociedade hipócrita atravessada pelos discursos punitivos da igreja católica.


Palavras-chave


Mercedes Sosa; Discurso de militância; Produção de resistência. Transgrediência; Estudos Bakhtinianos