Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
As think tanks liberais no Brasil enquanto aparelhos privados de hegemonia: estratégias de atuação e a formação de intelectuais orgânicos
Evandro Coggo Cristofoletti

##manager.scheduler.building##: Departamento de Geografia da FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 6
Data: 2019-05-08 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-03

Resumo


O objetivo do estudo é investigar as estratégias e táticas de atuação das chamadas think tanks liberais no Brasil, com foco nos processos de construção e disseminação de conhecimento (ideologia) de cunho liberal-conservador e na formação de intelectuais orgânicos às classes dominantes. Grosso modo, as think tanks são organizações da sociedade civil, surgidas sobretudo na década de 1970 na América Latina (no Brasil, na década de 1980) sob influência direta de think tanks e empresários norte-americanos, destinadas a “travar a guerra das ideias” e contribuir à implementação do neoliberalismo na região. Constituem-se, assim, enquanto aparelhos privados de hegemonia próprios e característicos do neoliberalismo que se baseiam em estratégias tais quais: na difamação do pensamento e de movimentos progressistas; na pregação dos benefícios do livre mercado; e na formação, treinamento e articulação de lideranças políticas e de “intelectuais” e “especialistas” (economistas, cientistas políticos, dentre outros). Metodologicamente, utilizamos o referencial gramsciano, especialmente o debate relativo à hegemonia e aos intelectuais orgânicos, juntamente à investigação da atuação destas think tanks nos processos históricos de implementação do neoliberalismo na AL e no Brasil. Além disso, em termos empíricos, buscamos descrever e analisar as atuais estratégias de atuação destas think tanks, com foco na formação de uma rede liberal-conservadora no Brasil (outras think tanks, partidos e movimentos, empresários, dentre outros), sobretudo para com o Movimento Brasil Libre (MBL); nos processos de disseminação de conhecimento (ideologia), particularmente a atuação em redes sociais; e na constituição de seus aparatos de formação e educação políticas. Selecionamos algumas delas para o estudo: Atlas Network e Students For Liberty (norte-americanas); Instituto Ludwig Von Mises Brasil, Instituto Millenium, Students For Liberty Brasil e Instituto Liberal.



Palavras-chave


Think tanks; Neoliberalismo; Hegemonia; Conservadorismo; Institutos liberais