Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Expansão Urbana na Região Metropolitana de Bogotá: Efeitos sobre a Ruralidade e o Meio Ambiente
Jair Preciado

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Auditório Fernando Braudel
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-29

Resumo


As cidades colombianas apresentam uma situação muito similar com as cidades latino-americanas, especialmente pela gestão do solo em mãos dos agentes imobiliários, num contexto que o neoliberalismo privilegiou, desde começos finais da década de 1990. Nesse sentido, a segregação social e espacial é um fenómeno compartido com os países latino-americanos. As aglomerações urbanas são a característica do fenómeno urbano em tempos atuais, onde o espaço rural vai se perdendo progressivamente e os camponeses estão desaparecendo rapidamente do cenário produtivo de nossos países.

O objetivo de esta apresentação e mostrar o caso da Bogotá e sua região rural de influência, que é o exemplo concreto da ausência de planejamento, onde prevalecem interesses particulares mais que uma visão de futuro.

Metodologicamente esta apresentação é o resultado de uma pesquisa sobre a transformação da Sabana de Bogotá, que corresponde à Região Metropolitana de Bogotá. Nesta pesquisa foram entrevistadas pessoas que tem morado durante décadas no território e tem percebido a transformação de um território rural a um espaço urbano.

Igualmente esta pesquisa enquadra-se na perspectiva da geografia crítica, justamente porque este enfoque possibilita um analise integral da situação social e ambiental dos atores sociais que compõem a região metropolitana de Bogotá. A perspectiva analítica é importante particularmente para analisar a situação da população camponesa que está desaparecendo de uma das mais férteis regiões da Colômbia, para dar passo a uma cidade extensa e sem perspectivas de planejamento.

A transformação do território, condição inexorável da dinâmica do tempo, mostra no caso da Sabana de Bogotá, uma situação preocupante, porque não existe uma política pública para o tema das grandes aglomerações na Colômbia e adicionalmente porque o tema rural não é considerado com a importância para o desenvolvimento regional.


Palavras-chave


Colômbia, aglomerações urbanas, ruralidade, planejamento regional.