Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
Expedição pedagógica na América Latina e Formação docente: Viagens, Encontros e Compartilhamento de Saberes
Jacqueline de Fatima dos Santos Morais, Isabele Cristina Fonseca Ramos

##manager.scheduler.building##: Prédio da Letras/ FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 131
Data: 2019-05-08 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-03

Resumo


Este trabalho tem por objetivo apresentar os resultados iniciais de uma investigação que vem sendo desenvolvida no âmbito do mestrado, no ano de 2018. Trata-se de uma pesquisa sobre formação de professores na perspectiva da chamada Expedição Pedagógica (UNDA,2002), uma política de formação docente originada na Colômbia na década de 1980 e que possui ramificações por vários países da América Latina, em especial Peru, Argentina e México. A Expedição Pedagógica é um movimento que, ao promover o deslocamento físico entre territórios de professores/as e estudantes, e o diálogo entre esses sujeitos, busca provocar deslocamentos em concepções de ensino e aprendizagem. Nestes encontros, portanto, professoras e professores compartilham saberes e fazeres cotidianos. Nesta pesquisa acadêmica, algumas perguntas guiam nosso olhar: Quem forma e quem é formado em uma Expedição Pedagógica, levando em conta que as relações que se estabelecem são de interação e interlocução pedagógica? O que narram professores e professoras que vivenciaram uma Expedição Pedagógica? Neste trabalho, vamos trazer mais especificamente a experiência que vivemos numa Expedição Pedagógica no Peru. Para tanto, alguns conceitos serão priorizados na apresentação deste trabalho: viagem (VALBUENA e FORERO, 2011), Expedição Pedagógica (BOOM e GALEGO, 2018) e os processos de sistematização que constituem uma Expedição Pedagógica (UNDA, 2018).


Palavras-chave


América Latina; Expedição Pedagógica; Formação Docente