Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
A arte como resistência no Novo Cinema Latino-Americano das décadas de 1960-1970
Meire Oliveira Silva

##manager.scheduler.building##: Departamento de Geografia da FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala de Vídeo
Data: 2019-05-08 02:00  – 05:00
Última alteração: 2019-05-03

Resumo


Esta proposta de pesquisa centra-se na abordagem do surgimento do Novo Cinema Latino-Americano (NCLA), como iniciativa voltada à produção de filmes inspirados no neorrealismo italiano, e voltados às questões sociopolíticas, de maneira a fomentar uma reflexão sobre a situação presente das nações latino-americanas, no que tange ao cinema como instrumento político e social. Considerando-se as décadas de 1960 e 1970, como um período de fragilidade política atrelada à restrição das liberdades, é preciso ressaltar o papel do Novo Cinema Latino-Americano como um dos mecanismos de resistência cultural e artística em meio à instabilidade social acirrada pela globalização e seus processos políticos e econômicos.

A atividade cinematográfica, nesse sentido, apresenta-se ainda envolta em uma espécie de missão decolonizadora, buscando emancipação ao ressaltar as tradições latino-americanas, seja na língua ou na cultura do povo, sobretudo ao ser encarada a dominação cultural estadunidense. A pobreza e a desigualdade emergem das telas como elementos estéticos diante da repressão e da censura. Sendo assim, a fim de analisar tal fenômeno, o corpus do trabalho versará sobre as obras de Glauber Rocha, Rogério Sganzerla, Joaquim Pedro de Andrade (Brasil); Román Chalbaud, Margot Benacerraf, Mauricio Walerstein e (Venezuela); Mario Handler (Uruguai);  Julio García Espinoza, Tomás Gutiérrez-Alea e Santiago Álvarez (Cuba); Raúl Ruiz, Aldo Francia, Miguel Littín, Lautaro Murúa (Chile), etc. Para o desenvolvimento desta pesquisa, serão cotejados os estudos e ensaios de cineastas e teóricos, tais quais Néstor Garcia Canclini, Alex Viany, Domingo Di Núbila, Emilio García Riera, Glauber Rocha, Luis Buñuel, Arturo Ripstein, entre outros.

 

 


Palavras-chave


Cinema; Resistência; Censura; Repressão; Ditadura.