Conferências FFLCH - USP, I Congresso Internacional Pensamento e Pesquisa sobre a América Latina

Tamanho da fonte: 
A construção da identidade nacional peruana e a organização do Estado após a Guerra do Pacífico (1883-1890)
Paulo Cesar Rebello de Oliveira

##manager.scheduler.building##: Departamento de História/FFLCH - USP
##manager.scheduler.room##: Sala 12
Data: 2019-05-07 10:30  – 01:00
Última alteração: 2019-04-26

Resumo


Após a derrota para o Chile durante a Guerra do Pacífico (1879-1883), o Estado peruano entrou um período de instabilidade interna, afetando diretamente a reconstrução de sua identidade nacional e organização do Estado. Através das atuações políticas de Miguel Iglesias e Andrés Cáceres, esta proposta buscará demonstrar como o conflito regional afetou a construção identidade nacional peruana e seus reflexos na organização deste Estado Nacional ao final do século XIX. Dessa forma, pretende-se abordar os principais aspectos políticos de recomposição do Peru durante o período citado, bem como as consequências políticas imediatas após a assinatura do Tratado de Ancón (1883).

Para a execução da pesquisa os aspectos teórico-conceituais voltados ao Estado-Nação, poder político e controle de massas serão abordados durante a apresentação. A ideia de arquitetura do Estado irá compor o paradigma teórico abordado na pesquisa, bem como o desenvolvimento das chamadas comunidades imaginadas.

Com a exposição será possível compreender a Guerra do Pacífico como um momento de ruptura na história do Peru e a busca pelo poder entre duas lideranças políticas fundamentais para a formação do Estado peruano moderno. Será possível, ainda, verificar a influência das forças políticas que antecederam a República Aristocrática (1895-1919), marcada por um forte crescimento econômico e estabilidade política.


Palavras-chave


Peru; Guerra do Pacífico, Identidade Nacional; Estado peruano; Estado-Nação